[Quest Narrada] Dedo Duro Morre Cedo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Quest Narrada] Dedo Duro Morre Cedo

Mensagem por Dennis Braund em Qui Abr 12, 2018 4:44 am

Dedo Duro Morre Cedo
Elinor se encontrava em seu quarto durante a tarde, andando de um lado para o outro, incomodada, enquanto pensava sobre o que ficara sabendo. O motivo de seu incômodo era uma das aias, que havia a escutado falar dormindo enquanto arrumava seu quarto. Durante seu sono, a irmã de Rian Gardener havia murmurado sobre a rainha Eliza Gardener, dizendo que queria que ela tivesse morrido para que o cargo de Rainha Regente fosse seu.

Para sua sorte, entretanto, a aia comentou sobre o que ouviu com uma outra aia que era leal a Elinor, pois a conhecia desde criança. Esta, por sua vez, segredou a Conselheira da Rainha que sua reputação estava em risco.

A nobre precisava se utilizar de sua lábia e seu sadismo para pensar em alguma forma de silenciar a aia que a havia ouvido. Precisava escolher as pessoas certas a enganar para fazer com que, além de a calar, tudo o que já tivesse sido contado por ela fosse tido como farsa. Afinal de contas Elinor não sabia quantas pessoas além da sua aia de confiança haviam sido informadas.

Sabia que não podia sujar suas próprias mãos, então precisava recorrer a alguém, e logo. Se o boato chegasse aos ouvidos de sua cunhada, seria seu fim.


Sobre a Quest

+ Pode começar a sua narração no ponto em que desejar, não existe nenhum critério quanto a esse aspecto. Aprofunde mais a minha narração introdutória, especificando mais sobre quem é a aia, o que ela ouviu e como a aia de confiança te contou sobre o ocorrido. Planeje o que irá fazer, lembrando que há dois objetivos: silenciar a aia, e fazer com que ninguém acredite no que ela disse. Termine o post quando mandar chamar a primeira pessoa com quem terá um encontro para colocar seu plano em ação.

+ Este é um post introdutório, mas mesmo assim lance um [d20] utilizando o sistema de Lançar Dados. Esse valor será utilizado para decidir se a ação que executar dará certo, em conjunto com a minha avaliação em relação ao que decidiu fazer, a dificuldade, e a qualidade da descrição.

+ Prazo de postagem: 4 dias

+ Não use templates muito pequenos nem cores cegantes.

+ Esta é uma quest narrada de dificuldade fácil para Elinor Gardener.

+ Assim que postar na quest, avise por MP.

Dennis Braund
Homens Pesarosos
avatar
Mensagens :
57

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Quest Narrada] Dedo Duro Morre Cedo

Mensagem por Elinor Gardener em Dom Abr 15, 2018 4:55 am

she's a maneater
Era uma tarde bonita em Jardim de Cima, com o clima agradável e o sol a brilhar de forma intensa, mas Elinor não conseguiria aproveitá-la tão cedo. Ansiosa, andava pelo quarto de um lado para o outro, as pulseiras de prata fazendo barulho enquanto cruzava e descruzava os braços, imersa em seus pensamentos. Mariah suspirou, o olhar acompanhando a conselheira, talvez se perguntando se devia pará-la. Levantou-se por fim, chamando a atenção da Gardener.

— Minha senhora, temo que abra uma vala no chão pelo tanto de vezes que refez esse caminho. — Elinor bufou, ignorando o comentário. Aproximou-se da serva e a encarou, fixando seus olhos nos dela.

— Conte-me novamente a respeito da abordagem que Jeyne usou. — O rosto da conselheira exibia uma expressão que, embora parecesse calma na superfície, a outra saberia que estava repleta de aflição em segundo plano.

— Estávamos lavando as roupas de cama e percebi o quanto ela parecia distraída. Perguntei se estava pensando em algum pretendente, mas me encarou com tanto alarde que fiquei com receio de saber a resposta. — Mariah suspirou, baixando a cabeça para que observasse o chão. — No fim, ela acabou me contando. Disse que não sabia bem o que fazer com tal informação. — Elinor assentiu calmamente, colocando sua cabeça para funcionar.

A fofoqueira nunca havia gostado dela, isso era fato. Talvez fosse o típico caso de duas pessoas que haviam decidido, desde o primeiro olhar, que não dariam chances para um relacionamento entre elas. A Gardener se arrependia, convencida como estava de que poderia tê-la trazido para seu lado enquanto ainda havia tempo. Agora, no entanto, estava prestes a ser presa por traição, no momento em que aquilo chegasse aos ouvidos de seu sobrinho ou de sua cunhada.

Como se fosse uma estrela cadente, a ideia brotou. Aquela mulher sabia como virar o jogo e incriminar Jeyne antes que as pessoas erradas decidissem acreditar nela. Não seria fácil, no entanto, mensurar quantos indivíduos poderiam ter ouvido os boatos. Teria que começar com as classes mais populosas do castelo.

— Mariah, faça-me um favor. Chame Edmund, o chefe de nossos empregados, e diga que preciso ter uma conversa com ele. Agradeço sua lealdade. — A serva assentiu, deixando o quarto.

make you work hard, make you spend hard, make you want all of her love
THANK YOU WEIRD BY LOTUS GRAPHICS EDITION!
Elinor Gardener
Conselheira
avatar
Mensagens :
8

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Quest Narrada] Dedo Duro Morre Cedo

Mensagem por GRRM em Dom Abr 15, 2018 4:55 am

O membro 'Elinor Gardener' realizou a seguinte ação: Lançar dados


'[D20]' : 9
GRRM
Mensagens :
17

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Quest Narrada] Dedo Duro Morre Cedo

Mensagem por Dennis Braund em Dom Abr 15, 2018 4:29 pm

Dedo Duro Morre Cedo
Elinor ouviu de sua aia como havia acontecido. As duas tinham uma intimidade considerável, especialmente considerando o comentário que a serva fez sobre a vala. De fato, o tempo estava correndo antes que a informação de Jeyne chegar aos ouvidos de alguém que não deveria ouvir.

A lady, portanto, escolheu que iria incriminá-la. Mariah seguiu do quarto até o escritório de Edmund, batendo duas vezes em sua porta. Este pediu que entrasse, e ouviu o pedido da aia. O homem pediu para esperar um pouco, pois estava ocupado com algumas de suas planilhas. A aia o aguardou pacientemente por vários minutos, até que ele terminou e a seguiu até o quarto da Conselheira. Adentrou pela porta aberta por Mariah, que ficou na porta com um olhar para Elinor, perguntando se deveria aguardar do lado de fora ou se poderia ficar ali dentro junto.

O chefe dos empregados perguntou, após uma leve reverência educada:

- Boa tarde, milady Elinor. Em que lhe posso ser útil? Precisa de mais uma aia, alguém fez algo que não foi de seu agrado,...?


O homem era prestativo, e sabia quais eram os pedidos comuns dos nobres. Não era à toa que estava no cargo de chefia.

Sobre a Quest

+ Edmund está em seu quarto. Narre como desejar, entretanto se limite a apenas uma fala que contenha alguma mentira ou manipulação, para que possa identificar com o dado e a dificuldade se ele vai acreditar ou não. Não há limitações quanto ao que pode ou não fazer com ele, mas obviamente toda ação tem sua consequência.

+ Por favor, lance um [d20] utilizando o sistema de Lançar Dados. Esse valor será utilizado para decidir se a ação que executar dará certo, em conjunto com a minha avaliação em relação ao que decidiu fazer, a dificuldade, e a qualidade da descrição.

+ Prazo de postagem: 4 dias

+ Não use templates muito pequenos nem cores cegantes.

+ Assim que postar na quest, avise por MP.

Dennis Braund
Homens Pesarosos
avatar
Mensagens :
57

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Quest Narrada] Dedo Duro Morre Cedo

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum