[RP - Flashback +18] Girls Like Girls

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP - Flashback +18] Girls Like Girls

Mensagem por Andrômeda Martell em Sex Mar 30, 2018 8:24 pm

Girls Like Girls
RP fechada, que começará com o post de Andrômeda Martell, contando com a participação de Nälla. Se passa durante o ano 120 AC, Andrômeda se encontra a relaxar nos Jardins de Água na companhia de sua aia, Myria.


Última edição por Andrômeda Martell em Dom Abr 01, 2018 3:07 am, editado 1 vez(es)
Andrômeda Martell
Princesa
avatar
Mensagens :
27

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Flashback +18] Girls Like Girls

Mensagem por Andrômeda Martell em Dom Abr 01, 2018 3:02 am

A mulher de pele cor de oliva caminhava vagarosamente pelo imenso jardim, apreciando a beleza que só Water Gardens podia conter em meio àquele árido deserto. Era como um oásis dornês. E, mesmo que estivesse em um local tão refrescante, a mulher trajava roupas leves, sendo sua peça de roupa um único vestido branco que acentuava suas belas curvas.

O odor típico das enormes laranjeiras, que projetavam as sombras agradáveis pelas quais a Martell caminhava, preenchia o ar. Andrômeda adorava aquele cheiro, fazia com que a princesa se recordasse de sua infância correndo de uma piscina para a outra com as crianças que ali viviam, das brincadeiras que sempre resultavam em lutas, da inocência que já não mais possuía... A morena suspirou ao ser tomada por tamanha nostalgia fitando de canto a aia que a acompanhava, Myria.

A dornesa de sal era uma incógnita para a princesa que pouco sabia sobre o alvo de seu olhar. Andrômeda a fitava num misto de curiosidade e atração.

— Faz quanto tempo desde que chegou a Jardins de Água? — questionou enquanto dobrava a esquerda, seguindo o caminho de pedra que as guiava até uma piscina natural de água mais afastada dos olhos curiosos. Andrômeda sentou-se à borda da piscina, mergulhando lentamente os pés na água, sentindo o líquido refrescante envolver suas pernas sem respingar.

NOTAS AQUI

— Ross
Andrômeda Martell
Princesa
avatar
Mensagens :
27

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Flashback +18] Girls Like Girls

Mensagem por Nälla em Dom Abr 01, 2018 1:00 pm

"girls like girls"
Mais uma vez, os meus serviços levavam-me a terras longínquas, lugares os quais nunca tinha visitado até então. No auge dos meus dezoito dias do meu nome, aquela era a primeira vez que o trabalho enquanto assassina por contrato, dos Homens Pesarosos, me levava tão longe quanto o ponto em que me encontrava, tão longe que eu me encontrava, agora, não em Essos mas sim em Westeros. De tal modo que tudo me era estranho: a cultura local, as pessoas, os locais, o clima, até mesmo o meu modo de agir parecia-me, a mim, estranho e algo desadequado quando comparado com o das várias pessoas com quem me cruzava todos os dias, e em meio às quais me tentava misturar como se não existisse a menor possibilidade de não ser uma nativa, uma deles. E não podia, de facto, deixar que tais desconfianças começassem a recair sobre mim pois, onde me encontrava, qualquer deslize seria facilmente percepcionado, e eu não me encontrava numa posição minimamente favorável para ter o meu disfarce descoberto.

Encontrava-me, de momento, nos Jardins de Água. Tinha sido contratada por alguém cujo nome era tão conhecido quanto o seu rosto, Ymir Yronwood, para que me infiltradas no seio da família real, descendentes diretos de Nymeria, a lendária Princesa Roinar, implantando aí a semente do caos e da discórdia ao matar o Príncipe Regente. Era um trabalho sem dúvida ambicioso, mais ainda para alguém tão jovem quanto eu, no entanto, eu sabia estar apta para o cumprir. Bastava-me conseguir seguir com o plano como o idealizara mentalmente, num detalhado mapa cronológico que me guiaria precisamente ao meu destino pretendido, permitindo-me conseguir o feito que a mim tinha sido exigido.

No presente momento, porém, eu apresentava-me apenas como sendo uma das várias jovens aias que serviam no palácio, prestando os seus serviços a quem precisasse. O que se repercutia para que, agora, me encontrasse na companhia da Princesa Andrômeda, caminhando consigo pelos belos Jardins de Água - uma maravilha arquitectónica como eu ouvira dizer, de facto, um oásis repleto de água, cor e vida no meio de um deserto artigo e seco, onde qualquer forasteiro teria dificuldade em sobreviver um único dia que fosse. A Princesa, porém, detinha uma beleza capaz de igualar, e até mesmo superar, a do próprio lugar, caminhando com toda a sua ostentação e imponência, calmamente, pelas piscinas e fontes. Eu apenas a seguia, assegurando-me de que toda e qualquer necessidade que pudesse vir a ter seria rapidamente sanada por mim, do mesmo modo assertivo e até mesmo algo tímido que eu me apresentava - por mais que a minha personalidade passasse longe desses parâmetros, e tudo aquilo fosse apenas uma encenação.

Uma pergunta foi-me dirigida pela Roinar, pergunta essa à qual eu dei um compasso de espera antes de responder, fingindo alguma da tal timidez. - Por volta de três luas, minha Princesa. Não sou ainda muito antiga, como outras aias. - Proferi, um aceno de cabeça em respeito sendo adicionado no final. Permaneci de pé enquanto observava a esbelta mulher refrescar-se nas águas de uma das várias piscinas naturais que naquele espaço se encontravam, tendo o cuidado de optar por uma que estava mais afastada do olhar de todos, presumi eu, por uma questão de privacidade.




"I've been crossing all the lines, all the lines Kissed your girls and made you cry, boys Saw your face, heard your name, gotta get with you Girls like girls like boys do, nothing new Isn't this why we came? Tell me if you feel it too!"



543 words | with Andrômeda Martell | nos Jardins de Água | Myria Sand


_________________
"i'm so sorry..."

Nälla
Homens Pesarosos
avatar
Mensagens :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Flashback +18] Girls Like Girls

Mensagem por Andrômeda Martell em Ter Abr 03, 2018 5:23 am


As pernas balançavam dentro da água, agitando sua superfície que formava pequenas ondas ocasionadas pelos movimentos da morena. Andrômeda fechou os olhos. sentindo a brisa suave que corria por Water Gardens fazer os cabelos de ambas as mulheres esvoaçarem. A princesa roinar notou a pequena hesitação da aia, no entanto, a relevou de modo que a atribuiu como part da personalidade tímida característica da garota.

— Três luas? — Ela ponderou por um instante, como se calculasse o tempo passado. — Entendo. Apesar de não ser antiga como as outras, me parece tempo o suficiente para se inteirar sobre os acontecimentos nos jardins. — ela comentou soltando uma breve risada ao imaginar o tipo de fofoca que corria entre os servos. — Por que não se senta comigo? Me incomoda vê-la em pé. — a princesa sugeriu, seu tom de voz não carregava o tom característico de uma ordem de modo que, caso a mulher se negasse, ela não insistiria.

— Diga-me Myra... ambas sabemos que o intendente daqui é deveras rigoroso com quem contrata para servir... — ela começou pensativa, afinal, fazia um tempo que não se via novas caras por ali, por isto, a mulher de olhos cor de avelã chamara sua atenção. Era uma cara nova, alguém diferente que poderia tira-la da monotonia diária. De certa forma, aquilo fazia Andrômeda criar expectativas em relação a aia. — Existe alguma habilidade especial que fê-lo contrata-la assim tão de repente? — questionou, sua voz não carregava nenhum tom a mais, fosse malícia ou desconfiança, de modo que sua pergunta não passava apenas de uma mera curiosidade da parte da morena.

NOTAS AQUI

— Ross
Andrômeda Martell
Princesa
avatar
Mensagens :
27

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Flashback +18] Girls Like Girls

Mensagem por Nälla em Ter Abr 03, 2018 4:00 pm

"girls like girls"
Andrômeda Martell era, de facto, uma bela mulher. Possuia todos os traços característicos da singular beleza dornesa: olhos amendoados cujo olhar podia ser tanto autoritário e demandar respeito e reverência quanto ser tão doce como o próprio chocolate do qual roubavam a tonalidade, longos fios de um tom acobreado de castanho, quase idêntico ao das agitadas íris, num mar que ondulava e serpenteava consoante as brisas desérticas cruzavam o ar, mais ou menos intensas. A sua tez era de um tom de oliva que não passava muito longe ao tom da minha própria pele - mais uma das razões pelas quais aquele disfarce se adequava tão bem à minha pessoa, motivo esse que tinha sido o principal fator determinante para eu ser a eleita para aquele trabalho -, suavemente queimada pelo sol mas apresentando orgulhosamente a descendência roinar, que lhe concedia de um modo natural aquela bela cor.

As curvas sinuosas do corpo da dornesa eram visíveis stravés do fino tecido que constituía as suas vestes naquele dia, as bordas do vestido drapejando suavemente ao sabor do mesmo vento que varria os seus cabelos. A peça de vestuário fzia questão de cobrir a pele bronzeada onde era considerado necessário, deixando os seus ombros e braços a descoberto, num corte que refletia em si o estilo da região, bem como a adaptação que era necessária para aguentar com facilidade o clima estival de Dorne, que fazia com que a maioria dos dias fossem quentes e áridos. Um convite por parte da própria Princesa chegou-me, específicamente a propósito do clima da região e de um doa modos como o combater. Dessa forma, aproximei-me de si o suficiente para me encontrar à beira da piscina natural, sentando-me e deixando que - após me certificar de que a parte inferior do meu próprio vestido não seria comprometida pela imersão - as minhas pernas submergissem nas águas límpidas da mesma, a frescura do líquido translúcido abraçando a minha pele com uma suavidade tal, mas de um modo refrescante e que, decerto, me aliviou algum do calor sentido. Então, copiei os movimentos da roinar, agitando de leve as minhas pernas molhadas quase até à altura dos joelhos. - Obrigada, minha princesa.

- Não creio que haja algo de especial na minha pessoa, Princesa, - comecei, demonstrando humildade na minha fala. Havia, de facto, vários atributos na minha pessoa que poderiam levar qualquer um a me contratar para algum trabalho em específico, como ficara comprovado pelo motivo que me levara até aos Jardins de Água, em Dorne, mas tal não vinha ao acaso da conversa atual; ou de qualquer conversa que eu fosse ter com a Martell, para o caso. Convinha, portanto, transmitir a imagem de alguém de origens humildes e características coincidentes, encarnar Myria Sand, uma órfã de uma região empobrecida de Dorne, ao invés de Nälla, a assassina treinada pelos Homens Pesarosos e que apenas se encontrava naquele lugar por uma razão em específico, não tendo chegado há muito tempo, não desejando permanecer ali durante o tempo mais do que o necessário. - Creio que foi apenas uma questão de necessidade: era preciso encontrar alguém capaz de servir esse trabalho, e eu surgi como uma hipótese imediata. De modo algum serei mais capaz ou melhor que qualquer outra aia dos Jardins, ou qualquer outra jovem que pudesse vir a ser contratada.



"I've been crossing all the lines, all the lines Kissed your girls and made you cry, boys Saw your face, heard your name, gotta get with you Girls like girls like boys do, nothing new Isn't this why we came? Tell me if you feel it too!"



556 words | with Andrômeda Martell | nos Jardins de Água | Myria Sand


_________________
"i'm so sorry..."

Nälla
Homens Pesarosos
avatar
Mensagens :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Flashback +18] Girls Like Girls

Mensagem por Andrômeda Martell em Qua Abr 04, 2018 2:52 am


Myra, a aia, era a mais bela entre as servas que Andrômeda já vira em jardins de água. A Martell observou a mulher de pele cor de oliva, um tom mais claro que o da própria princesa, aproximar-se mais de modo que ficou bem na beirada da piscina natural de água. Os olhos castanhos se fixaram na forma como ela se movia, a Sand era graciosa, os poucos movimentos que realizava, até mesmo o simples ato de caminhar, fazia-os com um toque de leveza carregado de elegância, nem parecia que de fato era uma mera plebeia.

Atentamente, ouviu-a falar. Notando que, até em sua forma de dialogar, a mulher conseguia encantar a princesa. Myra era detentora de uma polidez sem igual que combinava perfeitamente com sua timidez. Sem saber porque, um sorriso mínimo se desenhava nos lábios da Martell. "Necessidade", ela dizia, como se atribuísse o fato à uma mera questão do acaso e, honestamente, talvez fosse somente isso. No entanto, Andrômeda se recusava a aceitar que mulher não reconhecesse que tinha, de fato, algo de especial para oferecer.

— Pois a mim parece o contrário... — ela contrapôs, retirando as pernas que outrora se encontravam submersas na água para que pudesse sentar de lado e, assim, visualizar melhor a face da morena que se tornara o foco de sua atenção naquela tarde. A brisa que soprava de modo suave fazia com que ela sentisse um frio agradável na região do corpo que ainda se encontrava molhada. A morena então se inclinou na direção da dona de sua atenção, apoiando ambas as mãos contra o chão para que pudesse aproximar os lábios do ouvido direito de Myra.

— Sei que há muito mais em você do que aquelas outras aias podem vir a oferecer, Myra. — Andrômeda segregou, deslizando a ponta do nariz na curvatura do pescoço da mulher. O cheiro almiscarado que exalava da pele da mulher inundou as narinas da princesa, fazendo-a suspirar.  

NOTAS AQUI

— Ross
Andrômeda Martell
Princesa
avatar
Mensagens :
27

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Flashback +18] Girls Like Girls

Mensagem por Nälla em Dom Abr 15, 2018 11:30 am

"girls like girls"
O sol árido de Dorne beijava a minha pele, tocando-a com suavidade, alimentando assim o fogo que nunca cessava e sempre mantinha no meu interior, no íntimo meu peito. De certo modo, eu mesma poderia ser, de facto, uma dornesa. Possuía já as características físicas de uma: a pele ligeiramente bronzeada, incomparável ao tom leitoso e doentio que era habitual em outras regiões, os olhos amendoados e felinos, capazes de perfurar como pequenas lâminas afiadas ou acariciar do mesmo modo que os filamentos de uma pena o fariam, de encontro à pele de outrém. As minhas íris eram um mar de âmbar sem fim, praticamente vítreas, refletindo a vida que existia e se alvoroçava dentro de mim, mais ainda de cada vez que tinha o prazer de ceifar mais uma vida, a diversão preenchendo-as sem cessar. Os meus fios eram longos, tão longos que pareciam uma cortina de chocolate perante a visão alheia, os cachos desenrolando-se pelas minhas costas em sentido descendente, agitando-se, nunca se deixando ficar imóveis por muito tempo - tal como eu mesma nunca permanecia no mesmo lugar, sob a mesma identidade, por muito tempo -, por cortesia do vento que varria os ares. Eu era bela, e sabia-o. Mas melhor do que eu saber de tal facto, era saber que a Martell transmitia concordância por todos os seus poros.

A visão da Princesa Roinar prendera-se em mim há mais tempo do que aquele em que seria considerado legítimo negar que me admirava, o que servia desde já como combustível para o meu ego, fazendo com que tivesse que ocultar um sorriso presunçoso, visto que Myria Sand não era alguém detentora desse tipo de caráter, ao contrário de eu mesma, sendo algo como uma mosquinha morta. Portanto, a sombra de um sorriso tímido era tudo o que me era permitido transmitir no instante presente, quase equivalendo ao que a própria Martell esboçava nos seus lábios carnudos. A sua voz melódica ecoou pelo ar como uma música, chegando até mim trazida pelo vento. Em poucas palavras, Andrômeda negara a humilde declaração que por mim tinha sido feita, conquistando a minha concordância silenciosa. De facto, Andrômeda estava certa: nenhuma aia naquele palácio era dotada de competências igualáveis às minhas.

Observei a outra mulher com o olhar felino dotado de toda a suavidade que a personalidade que eu encarnava deveria possuir, acompanhando os seus movimentos enquanto retirava as pernas de dentro da água tépida mas ainda assim fresca, colocando-as uma vez mais sobre a pedra que constituía o pavimento dos Jardins de Água. O meu olhar era interessado, a minha postura mantendo-se submissa perante a nobre, o que seria de esperar de alguém que, sendo de baixo nascimento como Myria - e como eu mesma -, se dirigia a alguém superior a si.

Os lábios da Princesa aproximaram-se da minha orelha direita, a sua voz fazendo-se ouvir uma vez mais; desta vez, levemente enrouquecida pelo timbre baixo que esta empreendia na fala, fazendo assim com que apenas eu fosse capaz de ouvir - mesmo que não houvesse ninguém a passar por perto, naquele instante. Um suave arrepio - tão suave como o que o vento me proporcionava sobre a pele molhada - atravessou a pele da região mais próxima aos seus lábios carnudos, a minha mente sendo remetida a ideias que não seriam as mais corretas para uma simples aia… mas que pareciam ser aquilo para que a mais velha nos conduzia, bem como o seu desejo. E, se era o seu desejo, que autoridade tinha eu para contrariar a luxúria da carne? Muito menos quando a minha parceira era alguém tão formoso quanto Andrômeda Martell.

Fechei os olhos por breves momentos, ocultando ao mundo a bela visão que as minhas íris proporcionavam por elas mesmas. Os meus lábios tom de pêssego entreabriram-se quase que involuntariamente, demonstrando a entrega que aquele convite insinuante formava. As palavras da Princesa não deixavam margem para dúvidas quanto a qual era o seu desejo, no presente: conseguir aprofundar-se num momento comigo, explorando a intimidade que ambas éramos capazes de expor, e deixando-nos conhecer de formas mais inconvencionais, naquela tarde. E, como eu não era de fazer desfeitas aos outros principalmente quando se tratavam daquelas áreas da interação interpessoal, não hesitei em aceder.

Lentamente e sem nunca descurar do cariz tímido e algo introvertido que era suposto ser o meu modo de agir, aproximei o meu rosto ao seu, encurtando progressivamente a distância entre nós, dando tempo para que a outra pudesse mudar de ideias, recusar o beijo ou simplesmente encerrar o clima que se tinha instalado entre nós as duas. Ao perceber que, de facto, ela não faria nenhuma dessas coisas, deixei finalmente que os nossos lábios se encostassem, roçando levemente na pele suave dos mesmos, imaginando apenas por uma fração de segundo a imensidão de sensações que aquele simples beijo poderia proporcionar, antes de avançar efetivamente. Mas, ao fazê-lo, fiz com a certeza de que aquela tarde seria consideravelmente agradável, mais do que eu imaginara em momento algum do meu dia até então. E, quando os nossos lábios finalmente se uniram no tão aguardado beijo, repousei a minha destra sobre a lateral do seu rosto, acariciando a pele morena com toda a suavidade que os meus dedos permitiam enquanto me aprofundava cada vez mais naquele contacto.



"I've been crossing all the lines, all the lines Kissed your girls and made you cry, boys Saw your face, heard your name, gotta get with you Girls like girls like boys do, nothing new Isn't this why we came? Tell me if you feel it too!"



884 words | with Andrômeda Martell | nos Jardins de Água | Myria Sand


_________________
"i'm so sorry..."

Nälla
Homens Pesarosos
avatar
Mensagens :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Flashback +18] Girls Like Girls

Mensagem por Andrômeda Martell em Seg Abr 23, 2018 11:15 pm


O sorriso meigo da aia era recheado de uma timidez contida quando se viu como centro da atenção da princesa. Andrômeda retribuia, sorrindo felina ao notar que os olhos a traiam ao demonstrar que a própria Myria, também, parecia interessada na roinar. No entanto, como era de se esperar, mantinha-se contida pela sua posição de submissão.

Por isto, não se surpreendeu quando a aia, lentamente, cedeu à aproximação da Martell, encurtando a distância entre os lábios de ambas ao aproximar um pouco a própria face da de Andrômeda, deixando a boca a poucos centímetros de distância dos lábios da princesa, como se a tentasse. A morena arfou enquanto fitava as mais belas íris que, até então, tinha visto.

E, para a surpresa da dornesa, fora Myria quem dera o primeiro passo ao, finalmente, unir as bocas delas. Começou com apenas um suave roçar, fazendo com que a princesa sentisse a maciez dos lábios da outra, era como se a mais pura seda tocasse a boca da princesa. Andrômeda fechou os olhos e entreabriu a boca, em expectativa. E, finalmente, os lábios dela se uniram naquele tão aguardado beijo que começara lento e, de certa forma, delicado. Letamente, Andrômeda deslizou a canhota pela pele exposta da perna da aia, subindo pela coxa até descansar na cintura da morena.

— Você é tão linda... — sussurrou quando se viu obrigada a separar a boca da de Myria pela falta de oxigênio. Andrômeda se demorou a fita-la num misto de admiração e luxúria. Desta vez foi a princesa quem se aproximou, unindo as bocas num beijo mais voraz, que emanava toda a luxúria que sentia.


NOTAS AQUI

— Ross
Andrômeda Martell
Princesa
avatar
Mensagens :
27

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Flashback +18] Girls Like Girls

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum