Dragões

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Dragões

Mensagem por The Whore em Sab Mar 24, 2018 5:18 pm

Dragões

Balerion, "O Terror Negro", como o apelidaram. É o único dos cinco dragões que sempre pertenceu à família, sendo que os restantes quatro foram comprados pouco antes da fuga de Valíria. É, também, o maior e mais mortífero de todos eles, a envergadura das suas asas sendo capaz de lançar sombras sobre cidades inteiras, ao passar sobre si em vôo, e o seu corpo é tão grande que o torna, irrefutavelmente, o maior de todos os seres sob a alçada dos Targaryen. O seu corpo é inteiramente negro, escuro como as sombras da morte, tocando subtilmente todos quando os sobrevoa; o fogo que cospe não é exceção a esta regra, sendo também ele negro como o breu, e quente como as formações vulcânicas sob o território valiriano. O seu temperamento é extremamente constante e equilibrado de modo a ser o ideal para qualquer cavaleiro que pretenda uma besta com qualidades de tal, mas perfeitamente domada. Pois Balerion é responsável e responsivo, raramente recusando uma ordem que lhe é dada. Possui bons instintos, sabendo adaptar-se ao seu cavaleiro de modo a trabalharem em conjunto e, como tal, formar uma aliança poderosíssima, aliando a capacidade exímia para trabalhar em estratégias e o intelecto aguçado com a ferocidade que é esperada e desejada para se conseguir um ataque efetivo, e impiedoso. É, assim, o mais poderoso de todos os dragões.


Galaevar é o mais pequeno, bem como o menos feroz dos dragões sob a alçada Targaryen. De um tom intenso de azul-celeste, este animal possui uma mandíbula de um tom mais claro, as suas íris sendo tão límpidas que quase lembram uma reflexão no gelo, de um azul esbranquiçado e vítreo. As suas asas não são de uma grande envergadura; no entanto todo o seu físico contribui para que seja o mais capaz de todos, em vôo, conseguindo exercer manobras que nenhum dos restantes é capaz de fazer. Possui espigões de um tom quase dourado de amarelo, por todo o seu pescoço e dorso, possuindo chifres da mesma cor, no topo da sua cabeça. É praticamente tão dócil quanto Vaesa, quase aparentando a aura de um "sábio" ou um "ancião", pela sua aparência física. É irmão de Matalyx, por mais que os dois representem o completo oposto um do outro.


De entre os dragões trazidos pelos Targaryen na sua fuga de Valíria para Pedra do Dragão, Vaesa é a mais dócil, bem como a única fémea. Talvez seja precisamente por ser fémea que possui, também, o temperamento mais dócil de entre os cinco animais, agindo perante os restantes quase como se tratando da "mãe de todos", a mais equilibrada de entre as "bestas". Possui barbas de um tom platinado semelhante ao tom dos tão célebres cabelos que constituem o gene valiriano; tom esse que, aliás, é o predominante por todo o seu grande e majestoso corpo. Por essa mesma razão, parece ser a representação corpórea de um valiriano sob a forma de dragão, como se, de algum modo, um dos senhores dos dragões tivesse sido amaldiçoado a uma vida no corpo de um desses seres mágicos. Possui um torso coberto por escamas, espigões espalhados por todo o seu pescoço e asas - asas essas que são as maiores de todos os dragões Targaryen, atribuindo-lhe dimensões quase comparáveis às de Balerion -, as suas íris sendo a única característica que foge ao padrão valiriano, por serem âmbar ao invés de púrpuras. Apesar de toda a sua docilidade e impassividade, não deixa de ser agressiva e eficaz o suficiente em ataque ou batalha, caso o seu cavaleiro o ordene.



Por mais que Balerion seja o mais ameaçador no quesito físico, Matalyx é o que possui o pior temperamento. Efusivo, explosivo e irreverente, este animal segue o verdadeiro sentido de besta que costuma ser atribuído aos da sua raça. É altamente irresponsável, dificilmente aceitando seguir ordens ou comandos de quem quer que seja - nem mesmo do seu cavaleiro - sendo por isso domado a um nível mínimo, apenas o bastante para obedecer, quando lhe aprouver, aos pedidos daquele que o domina. Parece conter uma violenta tempestade em si mesmo, capaz de fazer o mundo desabar com um só dos seus rugidos retumbantes como um trovão. O seu feitio é plenamente irracional, existindo, no seu íntimo, uma crueldade sanguinária e assassina, característica do espírito indomado daqueles seres, mas que já não é encontrada em muitos deles. Não é capaz de colaborar numa estratégia planeada mas, em combate ou no ataque, é o mais implacável precisamente pelo seu prazer em matar. O seu corpo é maioritariamente negro como a noite profunda, o breu sendo apenas partilhado por uma tonalidade intensa de violeta, que é partilhada tanto pelas suas íris, como pelo brilho das suas escamas, as sombras das suas asas retalhadas, e o seu dorso. É também esse forte violeta que cobre os ares quando as suas chamas são lançadas, pois estas, de algum modo, também são da mesma cor. É irmão de Galaevar, mesmo sendo o completo oposto do outro.



Laemond é o mais pequeno dos dragões, depois de Galaevar, sendo também o mais jovem deles todos. Possui uma personalidade energética, moldável e em constante mutação, correspondente à juventude que lhe é inata. Apresenta ainda alguns traços de personalidade algo infantis, como a excessiva brincadeira e a tendência para nunca ser sério, demorando a acatar ordens por estar demasiado ocupado prestando atenção aos mil e um estímulos que o rodeiam para sequer se lembrar de fazer o que lhe é pedido. No entanto, toda a jovialidade do seu caráter não combina em nada com o seu porte que, mesmo que não esteja no máximo que virá, um dia, a alcançar, é já maior que Galaevar, e quase igual ao de Matalyx, prevendo-se que, tal como o seu progenitor, alcançará dimensões quase comparáveis às de Balerion ao alcançar a idade adulta. Possui um grande potencial, a envergadura das suas asas, a sua agilidade e a mente astuta apresentando-se como matéria prima para o que poderá vir a ser no futuro, bastando-lhe nutrir uma ligação profunda com o seu cavaleiro para se desenvolver e evoluir para um imponente ser. É todo de um tom acobreado, grandes espigões erguendo-se por todo o seu pescoço, em sentido descendente, bem como na sua cauda. A única exceção a este padrão monocromático é o seu ventre, as escamas sendo de um tom amanteigado de branco.



O modo como Baelarys e a sua cavaleira, Rhaella, formaram o seu elo inquebrável foi deveras inusitado. No entanto, ambos cresceram e evoluíram de modo a quase se fundirem num só, dragão e dragonlady convergindo tanto nas suas personalidades como nas suas atitudes. O animal adquiriu traços humanos enquanto a humana se tornou cada vez mais feroz, o sangue Valiriano queimando as suas veias a cada pulsação do coração frenético.

É um dos dragões pertencentes às família Bertaris, pertencendo à filha mais nova de Gaelyx. Todo o seu corpo é de uma só cor: um dom dourado que cobre as suas escamas por completo, concedendo-lhe a aparência de estar a trajar uma armadura de ouro maciço, armadura essa que reluz tanto a cada raio de luz que recai sobre a mesma, que seria capaz de ofuscar qualquer um. Não é dos maiores dragões que o mundo já viu; porém, ainda é jovem e, mesmo não tendo atingido as suas dimensões máximas, já é capaz de lançar sombras tão vastas que cobrem milhas e milhas de terra, quando se encontra em vôo. Tem um temperamento forte e algo inconstante, ainda que esteja perfeitamente domado por Rhaella. O seu génio é forte e a sua inteligência é imensa, sendo capaz de corresponder de forma exemplar e de imediato a qualquer comando que lhe seja dirigido. O seu forte é, no entanto, a sua caracterização física. Pois, mesmo não tendo um porte massivo, Baelarys é capaz de proezas notáveis tanto em vôo como em batalha.


Última edição por The Whore em Seg Mar 26, 2018 4:20 pm, editado 1 vez(es)
The Whore
avatar
Mensagens :
75

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dragões

Mensagem por The Whore em Sab Mar 24, 2018 7:10 pm

Quer ter o seu próprio dragão?
Não, você não leu errado. Se tem uma personagem de ascendência valiriana, uma boa trama e sempre desejou ter o seu próprio dragão, esta é a sua chance. Existe um número ilimitado de vagas. Alguns requisitos prévios devem ser cumpridos antes de fazer esta ficha mas, uma vez correspondidos os requisitos, você poderá vir a ter o seu próprio dragão.

Não se esqueça de que deagões são seres mágicos, extremamente poderosos, podendo representar um enorme diferencial em combates, guerras e afins. São seres respeitados e temidos pela maioria, autênticas bestas. A qualquer momento poderão voltar-se contra os seus domadores, ou fugir ao seu controlo, e não são um brinquedo. Pede-se, portanto, noção e responsabilidade a quem desejar obter um destes animais, pois é um enorme voto de confiança que lhes concedemos. A ADM irá, ainda, supervisionar a utilização dos mesmos, para evitar incumprimentos quanto às regras abaixo declaradas.


Regras e Requisitos Prévios

+ Todos os detentores de dragões deverão ser de ascendência valiriana, sem exceção;
+ Dragões podem ser levados para fora de Essos, no entanto, com exceção aos dragões possuídos pelos Targaryen, não poderão permanecer em Westeros;
+ Nenhum player poderá possuir dois dragões. O limite é um;
+ A ADM encontra-se no direito de rejeitar fichas cujas tramas sejam demasiado fantasiosas, e não vão de encontro ao que procuramos;
+ A ADM encontra-se, também, no direito de retirar a posse a qualquer player, a qualquer momento. Tal pode dever-se a: a) incumprimento das regras por parte do player em questão; b) conduta imprópria em off, levando à punição correspondente; c) abuso do privilégio que é ter um dragão, quer intencionalmente ou por incapacidade e incoerência do rumo da trama que este leva, e do uso que dá ao dragão;
+ A ADM poderá, com o consentimento prévio do player, colocar situações em que o dragão se revolta contra o seu dono, foge ou até mesmo o ataca. Caso o player não esteja ativo (nem esteja contactável por vias off), o consentimento será automático, concedido pela própria ADM, pelo que este não estará no direito de, ao voltar, reclamar caso algo tenha acontecido ao dragão e/ou à personagem;
+ Para fazer esta ficha, você deverá possuir Empatia Animalesca como habilidade inicial. Após ter a mesma aprovada, níveis de habilidade ser-lhe-ão atribuídos, de 0 a 3, conforme a qualidade da sua ficha.


Ficha
Imagem do dragão: (sugestão, procure por "dragon" no Deviantart, ou até mesmo no Google Images. A escolha é livre, desde que não seja um já existente)
Descrição física e psicológica do dragão: (Tal como exemplificado no post acima)
Caracterize-se enquanto um dragonlord: (Quais as características expecíficas do seu caráter que o influenciam enquanto senhor dos dragões, tanto positivas quanto negativas?)
Descrição da relação: (Descreva como é a relação entre dragão e cavaleiro, não deixando nenhum detalhe de parte)
Interação: (Escreva uma interação narrando o primeiro vôo do dragão. Caso ainda não o tenha montado, narre o momento em que o elo entre ambos foi forjado)


Código:
[b]Imagem do dragão:[/b] (sugestão, procure por "dragon" no [i]Deviantart[/i], ou até mesmo no Google Images. A escolha é livre, desde que não seja um já existente)
[b]Descrição física e psicológica do dragão:[/b] (Tal como exemplificado no post acima)
[b]Caracterize-se enquanto um [i]dragonlord[/i]:[/b] (Quais as características expecíficas do seu caráter que o influenciam enquanto senhor dos dragões, tanto positivas quanto negativas?)
[b]Descrição da relação:[/b] (Descreva como é a relação entre dragão e cavaleiro, não deixando nenhum detalhe de parte)
[b]Interação:[/b] (Escreva uma interação narrando o primeiro vôo do dragão. Caso ainda não o tenha montado, narre o momento em que o elo entre ambos foi forjado)
The Whore
avatar
Mensagens :
75

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum